UPAGOYÁ denuncia caso de zoofilia que choca a população da Cidade de Goiás


Entidade independente publicou nas redes sociais no dia 09/02 uma denúncia de caso de zoofilia na antiga capital do estado. O fato teria ocorrido n
o dia 8 de fevereiro, 
''Nós PROTETORES INDEPENDENTES – UPAGOYÁ, fomos informados de caso de ZOOFILIA onde o criminoso praticou violência sexual contra uma cadela em situação de rua que vive na região do Mercado Municipal. Imediatamente repassamos o caso à Policia Civil que iniciou os procedimentos para apuração e punição do criminoso. Hoje, 09/02/2022, a Prefeitura Municipal, por meio do Secretário Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, RODRIGO SANTANA, com o intuito de fortalecer as ações já iniciadas no caso, também foi a Delegacia da Polícia Civil para formalizar denúncia sobre o ocorrido, já que tudo ocorreu dentro de um dos banheiros do local''.
A publicação diz que ''os casos de zoofilia na cidade acontecem com alguma frequência, mas infelizmente mantém-se em segredo por quem testemunha tal crime, na maior parte das vezes por medo de realizar a denúncia ou por pena (pasmem) do agressor que muitas das vezes é idoso ou carente. O fato é que tal ação é crime e DEVE SER DENUNCIADO, enquanto as pessoas se calam diante de atrocidades como essas, nossos animais sofrem nas mãos de monstros, como foi esse evento aqui relatado, onde o indivíduo tem inclusive o apelido de “FULANO” CACHORRO (nome preservado por questões legais), por praticar há anos esse tipo de crime, segundo relatos de pessoas no local''.

''A população precisa ser mais responsável e denunciar os crimes presenciados para que a impunidade em crimes contra os animais deixe de ser uma rotina na cidade, como ainda é hoje''.

A cachorrinha que sofreu a agressão teve atendimento médico veterinário, foi medicada e encontra-se em Lar Temporário para tratamento, já que foi também diagnosticado que ela além da agressão possui Tumor de Sticker e receberá sessões de quimioterapia para que seja curada.

''Agradecimentos aos protetores envolvidos no caso, aos denunciantes que não se calaram diante de tamanha atrocidade, à Delegacia de Polícia Civil por meio do Delegado Dr. Gustavo Cabral, o servidor Samuel Marques e demais servidores pela presteza q sempre nos atendem nas causas dos animais, à Prefeitura Municipal por meio do Secretário e a todos os que de alguma forma nos auxiliaram''.

Denúncias de maus tratos a animais:
Delegacia de Policia Civil: 3371-7307
Polícia Militar: 190
Ou fale com os Protetores Independentes pelo Messenger ou
Instagram @prote_toresindependentes

Texto
UPAGOYÁ
Protetores Independentes da Cidade de Goiás
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.