Novembro Azul promove ações de proteção à saúde do homem no município de Goiás


Em nosso município a Prefeitura de Goiás por meio da Secretaria Municipal de Saúde e o Comitê de Secretarias Municipais, juntamente com a Regional de Saúde Rio Vermelho e o Hospital de Caridade São Pedro D’ Alcântara, promove o “Novembro Azul”, Mês de Conscientização sobre a Saúde do Homem.

O movimento Novembro Azul teve origem em 2003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina.

Durante o mês de novembro, diversos prédios e monumentos históricos se iluminam de azul com o objetivo de chamar a atenção para o movimento global de conscientização em prol da saúde do homem. Todos os anos, oficialmente, 21 países preparam campanhas sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, além de lembrar aos homens que cuidar da saúde é fundamental.

Seis em cada 10 homens no Brasil só procuram um médico quando os sintomas estão insuportáveis. Esse é o tamanho do desafio da campanha Novembro Azul, que busca conscientizar o público masculino sobre a necessidade da prevenção em saúde. O que inicialmente era uma campanha contra o câncer de próstata, hoje abarca todas as principais doenças que acometem os homens, como doenças cardiovasculares, ou pouco faladas como o câncer de pênis.

Durante todo o mês de novembro serão realizadas diversas ações e atividades no Município, como o Dia “H”, que são as tendas de atendimento nas Praças da cidade de Goiás, como a do João Francisco e do Samambaia, que já foram realizadas e a do Coreto que vai acontecer dia 17 de novembro. Serão realizadas ainda, uma pedalada de conscientização percorrendo a cidade, o 1º Encontro com os Servidores Municipais sobre o novembro Azul, uma partida de futebol e a continuidade das palestras nas UBS durante todo mês de novembro, além de todos os exames de rotina, testes de Hepatite B e C, Sífilis, HIV e vacinas contra Hepatite B e Tétano que estão sendo realizados no Município.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata em sua maioria é assintomático e, quando há sintomas, podem surgir dificuldade de urinar, aumento na frequência da urina, diminuição do jato de urina e presença de sangue no xixi, sensação de bexiga cheia ou gotejamento de urina. Isso tudo pode ser um sinal em que a próstata pode estar aumentando de tamanho.

Ainda de acordo com o INCA, é um momento de extrema importância para ressaltar a saúde do homem como um todo, pois, o câncer de próstata, quando detectado inicialmente, tem grande chance de cura. Ou seja, o sintoma é um sinal de alerta, é preciso ficar com uma atenção maior, uma urgência maior porque pode estar num quadro avançado. Mas o paciente assintomático não pode deixar de fazer os exames. Detectando precocemente, é possível realizar todo o acompanhamento para a urologia, oncologia, exames necessários para confirmação do diagnóstico, e início do tratamento, que é fundamental para evitar mortes por essa doença.

O Instituto Nacional do Câncer aponta que o câncer de próstata no Brasil, é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, no entanto, muitos homens deixam de fazer os exames para detectar a doença por preconceito, o que atrasa o diagnóstico e agrava a situação, conforme aponta a Sociedade Brasileira de Urologia.

A importância do cuidado é fundamental, por isso, participe das ações realizadas no Município e procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua região. Vergonha é não se cuidar!


Texto: Ascom/Prefeitura de Goiás.
Card: Marcos Jardim/Secretaria Municipal de Saúde.
Fotos: Dagmar Talga/Ascom/Prefeitura de Goiás.
Informativo Publicitário.


Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.