Na Cidade de Goiás, policiais penais interceptam a entrada de eletrônicos e drogas na unidade prisional



Ilícitos foram deixados no local por três pessoas durante entrega da cobal. Suspeitos foram encaminhados para a Delegacia do município.

Servidores da Unidade Prisional Regional da Cidade de Goiás, unidade pertencente à 2ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), evitaram, nessa terça-feira, 06/09, a entrada de cerca de 180 gramas de substância análoga a maconha, um celular, seis fones de ouvido, sete cabos USB, e 2 chips de operadora, no presídio. Os materiais estavam escondidos em um fundo falso de vasilhame de plástico, deixado durante a Cobal.



Segundo a coordenação regional, os agentes plantonistas realizavam procedimento de revista nos objetos levados por familiares de presos, instante em que identificaram os materiais escondidos no item deixado por três jovens , 24;27 e 29 anos.

Diante dos fatos, de imediato, os servidores deram prosseguimento às medidas cabíveis e conduziram para o hospital, onde foi confeccionado o laudo médico e em seguida à Delegacia de Polícia Civil para as providencias necessárias. Os materiais estão à disposição das autoridades policiais competentes os fins adequados, na forma da lei.

Mediante flagrante, a direção do presídio abriu procedimentos administrativos internos para apuração do ocorrido e, após averiguações, serão aplicadas ao detento destinatário do material, as devidas sanções disciplinares em conformidade com a Lei de Execução Penal.

Da Redação
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária
Comunicação Setorial
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.