Cidade de Goiás realiza DIA D de Repescagem para vacinação contra COVID-19


A Secretaria Municipal de Saúde do Município de Goiás realizou no último sábado (25/09), o DIA D de repescagem para vacinação contra a COVID-19 em todas as Unidades Básicas de Saúde. O objetivo desta realização é alcançar todos as pessoas de 18 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose do imunizante, bem como colocar em dia a vacinação da 2ª dose.

De acordo com o último vacinometro publicado pela Prefeitura de Goiás no dia 17/09, 95,83% da população total do município de Goiás já está vacinada com a primeira dose, entretanto apenas 52,40% tomaram a 2ª dose do imunizante contra o coronavírus.

É fato que o número de casos positivados no município de Goiás diminuiu consideravelmente, com variação de 0 a 3 casos confirmados por dia conforme tem demonstrado o Boletim Epidemiológico publicado pela Prefeitura Municipal, entretanto, é fundamental que os vilaboenses tomem a 2º dose da vacina contra a COVID-19 para que possam continuar vencendo esse vírus e retomando suas vidas ao normal, com diminuição cada vez mais do número de casos positivados.

QUAL O PROBLEMA DE NÃO TOMAR A 2ª DOSE DA VACINA CONTRA A COVID-19? 

Há vários problemas pois em todos os estudos realizados, a eficácia clínica dos imunizantes foi comprovada com a aplicação de duas doses das vacinas AstraZeneca/Oxford, Pfizer e Coronavac, exceto a da Janssen que exige apenas 1 dose. 

Entre as principais causas da inadimplência em relação a vacinação, estão os mitos de que "Peguei COVID-19 após a primeira dose, então não preciso mais da vacina", "Após a primeira dose da vacina, tive muitas reações, não vou vacinar novamente", "Após a primeira dose da vacina, já estou imunizado"... Todas essas ideias estão ERRADAS, pois a imunidade não é garantida após a aplicação de apenas uma dose, além disso não há contraindicação, perda ou ganho de imunidade extra após a doença da COVID-19 e as reações costumam ser menos intensas na segunda aplicação, sendo que a maioria costuma ser assintomática.

A ANVISA pontua ainda que:

- A pessoa que não completa o esquema vacinal fica mais vulnerável à infecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) do que aquela que recebeu as duas doses.

- A vacinação incompleta pode criar um ambiente propício para o surgimento de versões ainda mais resistentes do coronavírus.

Sendo assim, esta ação do DIA D de Repescagem para a vacinação contra a COVID-19 no Município de Goiás é fundamental, afim de que TODOS se vacinem contra esse vírus! 

Fontes: ANVISA
Por Isadora Chaves
ASCOM CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.