Cidade de Goiás irá iniciar vacinação de crianças e jovens de 15 a 17 anos, exclusivamente com a vacina da Pfizer



Com 42,19% da população vacinada com a 2ª dose - conforme o último vacinômetro publicado pela Prefeitura de Goiás no dia 09 de Setembro -, a Cidade de Goiás irá iniciar nesta quinta-feira (16/09) a vacinação de jovens de 15 a 17 anos contra a COVID-19.

A vacinação de crianças e adolescentes nessa faixa etária de idade foi uma determinação da Organização Mundial da Saúde que, em Nota Técnica nº 36 de 02 de Setembro de 2021, determina:
"a inclusão de crianças e adolescentes (12 a 17 anos) com ou sem deficiência permanente, comorbidades e os privados de liberdade, bem como as gestantes, as puérperas e as lactantes, com ou sem comorbidade para vacinação contra a Covid-19".
A OMS considera essa medida necessária afirmando que
"há a necessidade de vacinação de 85% ou mais da população para redução considerável da doença, a depender da efetividade da vacina, em prevenir a transmissão".
Entretanto, ainda na Nota Técnica, a OMS afirma que jovens e crianças abaixo de 18 anos só poderão ser imunizadas com a vacina Comirnaty do fabricante Pfizer/Wyeth, que é popularmente conhecida como apenas imunizante "Pfizer" no Brasil. As demais vacinas AstraZeneca/Fiocruz e os imunizantes das fabricantes Sinovac/Butantan e Janssen - aprovadas para uso emergencial -, possuem indicação de uso para pessoas acima de 18 anos, por isso não poderão ser usadas na imunização de jovens e crianças.

O Secretário Municipal de Saúde de Goiás, Marcos Elias, afirmou que a secretaria irá seguir e descer a faixa etária conforme a disponibilidade de doses que, conforme a Nota Técnica da OMS, começarão a ser enviadas aos municipios hoje (15/09). A ordem de prioridade de imunização estabelecida pela OMS é:

a) População de 12 a 17 anos com deficiências permanentes.;
b) População de 12 a 17 anos com presença de comorbidades;
c) População de 12 a 17 anos gestantes e puérperas;
d) População de 12 a 17 anos privados de liberdade;
e) População de 12 a 17 anos sem comorbidades.

O Sec. Mun. de Saúde, Marcos, confirmou a nossa reportagem que
"a ordem de prioridade será seguida e que nessa primeira etapa de vacinação iremos imunizar os grupos A (portadores de deficiências permanentes), B (portadores de comorbidades) e C (gestantes e puérperas) nessa faixa etária de 15 a 17."
Conforme ainda o boletim epidemiólogico publicado ontem (14/09) pela Prefeitura de Goiás, o número de casos tem diminuido consideravelmente no Município de Goiás, com aumento de apenas 16 casos confirmados de COVID-19 nos últimos 7 dias (07/09 a 14/09). 

Por Isadora Chaves
ASCOM CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.