Com avanço da vacinação, Prefeito de Goiás publica novo decreto municipal flexibilizando mais as medidas de enfrentamento a COVID-19


Publicado na manhã desta sexta-feira/16 pelo Prefeito de Goiás, Aderson Gouvea, o novo decreto municipal de N°120 traz medidas mais leves ao controle de distanciamento social e outras providências até o dia 31 de Julho de 2021, passível de prorrogação por parte do Poder Executivo de Goiás. 

Nas novas medidas, entre a flexibilização mais visível está o funcionamento de estabelecimentos comerciais de alimentação, que agora podem funcionar até meia noite (00h00min) - antes, o funcionamento era permitido apenas até às 22h30min. A lotação agora pode ocupar 50% de sua capacidade original, 20% a mais do que o decreto anterior que permitia o funcionamento dos comércios e de cultos religiosos com apenas 30% da capacidade máxima. Além disso, música ao vivo também foi autorizada, com limite de 02 integrantes e respeitando o distanciamento de no mínimo 2 metros.

O novo documento também estabelece, em parágrafo único, o funcionamento 24h por dia de lanchonetes, restaurantes e congêneres localizados a beira de rodovias, em todos os dias da semana (inclusive domingo), porém, vedada a venda e consumo de bebidas alcoólicas de 24h até 06h da manhã.

As novas medidas entram em ação conjuntamente com o novo toque de recolher que permite a circulação em vias públicas até 00h00min (meia noite). Recentemente, o deputado estadual Humberto Teófilo publicou nas redes sociais fortes críticas ao toque de recolher da cidade, que no decreto válido na época determinava o “Toque de Consciência" das 21h às 6h do dia seguinte.

Nos outros pontos, atividades comerciais podem funcionar até as 18h de segunda a sexta, e aos sábados até as 12h; supermercados e congêneres até as 20h de segunda a sábado, e aos domingos até 12h; missas e cultos presenciais podem acontecer diariamente com capacidade máxima de 50% da lotação, respeitando o intervalo de 3h entre cada reunião; academias de ginástica, até as 20h, com agendamento prévio e lotação de 50%.

A flexibilização do comércio é fruto do avanço da vacinação no município de Goiás, O boletim epidemiológico aponta que Goiás contabilizou até ontem (16/07) 1.684 casos confirmados de COVID-19, com 59 óbitos. A vacinação a partir de 45 anos terá início a partir de sábado/17, até o momento, mais de 60% da população já recebeu a primeira dose do imunizante - 11.251 pessoas.

Por João Pedro Felix
ASCOM CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.