Cidade de Goiás tem 276 casos nos últimos 16 dias e instala barreiras sanitárias para controlar o acesso de turistas a partir de hoje 02/06


A Cidade de Goiás passa ater a partir de hoje 02/06 barreiras sanitárias em três entradas, todos os outros acessos serão fechados pela prefeitura municipal. As barreiras tem a finalidade de controlar o acesso de pessoas e turistas e conta com o apoio da Polícia Militar do 6º BPM. vale ressaltar que há um surto de casos confirmados de Covid-19 na cidade, chegando a um pico de 44 casos confirmados no dia 20 de maio.
''As barreiras são de monitoramento e orientação sobre as medidas de seguranças. Todos que forem entrar na cidade terão que informar pra onde estão indo, hotéis, pousadas ou residências. Com isso conseguimos ver após inspeção, se os estabelecimentos de hospedagem estão cumprindo o limite de 30% de lotação. E ainda com a possibilidade de haver alguém suspeito, as barreiras terão disponíveis os testes rápido de covid-19.'' informou a Secretaria Municipal de Saúde.

A Cidade de Goiás estará com os comércios funcionando conforme o decreto N°93, outorgado pelo prefeito Aderson Gouvea (PT), no fim de semana prolongado. Desde o dia 16 de maio, o número de casos vem crescendo de forma exponencial, acumulando desde então 276 casos confirmados e 02 óbitos confirmados. O decreto, do dia 31/05 de N°94, decreta ponto facultativo nos dias 03 e 04 de junho (quinta e sexta-feira). Na mesma data, foi liberado o decreto de N°95 que permite o funcionamento de bares, botequins e congêneres com ocupação máxima de 30% da capacidade máxima e bebidas alcoólicas comercializadas até as 19h. O “toque de consciência'', antes com limite às 19h, passa a vigorar a partir das 21h até as 6h do dia seguinte.



Foram confirmados até agora 1.254 casos, dos quais 273 nos últimos 16 dias. No Hospital São Pedro de Alcântara, as UTIs estão em lotação máxima, com todos os 10 leitos disponíveis ocupados, incluindo 02 dos leitos em isolamento e 03 dos leitos extras, e na enfermaria, quatro dos cinco leitos estão preenchidos. Além disso, 4 pacientes vilaboenses estão internados em Goiânia

Em Goiânia

O novo decreto atualmente em vigor na capital, válido desde 31 de maio até 8 de junho, autoriza o funcionamento de bares, restaurantes e congêneres entre 11h e 23h, com lotação máxima de 30% e com o limite de 05 pessoas por mesa. No decreto publicado no dia 28 de maio, apresentações musicais e artísticas ao vivo estavam suspensas, mas o prefeito da cidade Rogério Cruz (Republicanos) autorizou, apresentações solo (apenas uma pessoa) nas modalidades “voz e violão”.

A “Lei Seca”, também em vigor, proíbe a venda de bebidas alcoólicas após as 23h - o mesmo horário em que distribuidoras de bebidas, lojas de conveniência e bares devem interromper seu funcionamento. Na capital do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde contabilizou na terça-feira/01, 159.542 casos confirmados e 4.920 óbitos.

Por João Pedro Felix
ASCON-CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.