Goias cumpre determinação da ANVISA que suspende Vacinas AstraZenica em gestantes


O uso do imunizante produzido pela AstraZeneca está suspenso em Goiânia e cidades do interior a partir desta terça-feira, por recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A decisão foi tomada após morte de grávida no Rio de Janeiro, o caso está sendo investigado. O Estado recebeu na madrugada desta terça, 37.440 doses, provenientes da segunda remessa de vacinas da fabricante Pfizer, que deverão ser usadas para a imunização das gestantes a partir de agora.

“A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) [...] A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica", diz a nota publicada oficialmente. Na bula da vacina AstraZeneca, não consta a vacinação de gestantes. Puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias) podem continuar com a imunização usando a AstraZeneca.

A Cidade de Goiás ainda não iniciou o plano de vacinação para gestantes e pessoas com comorbidades, e segundo a Secretaria de Saúde do município, ainda não existe uma data prevista para o início da vacinação desse grupo. Atualmente segue a 14° etapa de vacinação, para idosos de 60 anos ou mais.
 

Por João Pedro Felix
ASCOM CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.