Prefeitura de Goiás troca iluminação pública em parceria com a ENEL, trazendo mais economia


Obra de eficiência energética vai proporcionar uma economia de cerca de R$ 165 mil por ano na conta de energia do município.

A Prefeitura de Goiás através do Prefeito Aderson Gouvea em parceria com a  Enel Distribuição Goiás, realizou a substituição de mais de 400 lâmpadas amarelas da iluminação pública da cidade por outras de LED, que são mais econômicas, eficientes e duram até 10 vezes mais que as lâmpadas comuns. O projeto recebeu cerca de R$ 400 mil em investimentos e vai beneficiar mais de 2,2 mil clientes. A iniciativa faz parte do programa Enel Compartilha Eficiência.

Além da redução de gastos, o prefeito de Goiás, Aderson Gouvea, ressalta o benefício da qualidade de iluminação, o que significa mais segurança para as pessoas. “Agradecemos à Enel pela parceria e contribuição com nosso município”, afirma.

O responsável pela área de Sustentabilidade da Enel Distribuição Goiás, Adriano Faria, explica que a troca vai proporcionar cerca de 325 MWh/ ano de economia de energia para a Prefeitura de Goiás, o equivalente ao consumo médio anual de aproximadamente 180 residências. “Em reais, isso representa uma economia de aproximadamente R$ 165 mil anualmente na conta de luz”, explica.

Chamada Pública

O projeto de eficiência energética em iluminação pública da Prefeitura de Goiás foi selecionado em 2019, durante chamada pública para financiamento de projetos com foco no consumo eficiente de energia elétrica. Desde 2017, quando a Enel assumiu a distribuição de energia em Goiás, já foram investidos R$ 63,8 milhões em 38 projetos de eficiência energética, que além de troca de lâmpadas prevê substituição de aparelhos de ar-condicionado e instalação de usinas fotovoltaicas, entre outras iniciativas.

Os projetos são financiados com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE), da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Somente em 2020, na Enel Distribuição Goiás, os projetos proporcionaram uma economia no consumo de energia estimada em 10.457 MWh/ano, o que seria suficiente para abastecer 4.357 mil residências com um consumo mensal de 200 kWh por mês.

Além dos benefícios econômicos, os projetos de eficiência energética têm um impacto positivo ao meio ambiente. Ao promover o consumo sustentável e eficiente de energia, evitam a emissão de mais de 645 toneladas por ano de gás carbônico (CO2), um dos principais responsáveis pelo aquecimento global. Para efeito de comparação, esse volume equivale ao plantio de 4.355 árvores por ano.

“Nosso objetivo é promover o consumo inteligente e eficiente de energia. Por isso, desenvolvemos projetos e obras de eficiência energética que ajudam a disseminar a cultura do consumo racional entre os nossos consumidores”, finaliza Adriano.

Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243



Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.