Decreto municipal relaxa medidas de distanciamento e altera horário do Toque de recolher


Após mais de duas semanas em medidas de distanciamento social, escalonamento de comércio e toque de recolher, a Cidade de Goiás aderiu a partir do dia 31 de março o decreto N°65, assinado pelo prefeito da cidade, Aderson Gouvea (PT). Diferente do último decreto, que trouxe mudanças mais sutis, o decreto atual traz um desaperto das medidas anteriores.

Entre as mudanças mais significativas, o Toque Consciente, que restringia a movimentação de moradores em vias públicas após as 19 horas, a partir deste dia 31 está alterado para as 22 horas da noite, valendo até as 6h do dia seguinte. Porém, estão isentos do toque de recolher líderes religiosos, serviços de tele-entrega, profissionais da saúde e imprensa (enquanto a serviço), além de policiais, fiscalização e serviços públicos de segurança pública em geral.

A partir do novo decreto, comércios não essenciais também poderão voltar a funcionar com a capacidade reduzida, bares e restaurantes poderão acolher 50% de sua capacidade máxima, sem apresentações artísticas e venda/consumo de bebidas alcoólicas. Academias e similares, que antes estavam suspensas de seu funcionamento, poderão agora funcionar com 30% de sua capacidade máxima, seguindo os protocolos sanitários e com uso obrigatório de máscaras.

O não cumprimento das medidas estipuladas no decreto, como o descumprimento do toque de recolher, poderá acarretar em multa para o cidadão ou comércio de R$110,00 até R$3.300,00 em caso de reincidências e dependendo do delito.

Por João Pedro Felix
ASCOM CNN


Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.