Cidade de Goiás notifica lotação nos leitos de UTI


O município de Goiás, que presta apoio também a cidades e povoados vizinhos, está agora com o único hospital disponível para tratamento por Covid-19 com todos os leitos ocupados. O Hospital São Pedro de Alcantâra, que vem agindo intensivamente no tratamento de infectados pela doença, possui destinados ao tratamento de pacientes com a COVID-19: 05 leitos de enfermaria, 05 leitos de UTI, 02 leitos de UTI isolamento, onde todos estão ocupados, seja por moradores da cidade ou de municípios vizinhos.

Dessa forma, aqueles que necessitarem de um leito estarão sujeitos a aguardar a abertura de disponibilidade de um ou serem encaminhados para Goiânia, mediante a disponibilidade de vagas. Entretanto, a capital registra hoje (15/03) 95,73% dos leitos de UTI para adultos ocupados, sendo no total 660 já preenchidos com pacientes de Covid-19, e apenas 30 disponíveis.

Mesmo com medida de distanciamento e toque de recolher na Cidade de Goiás, com os decretos N°54 e N°58 publicados pela Prefeitura Municipal, em duas semanas (de 01/03 até 14/03) a cidade registrou 61 novos casos. Muitas medidas estabelecidas no decreto anterior (nº 54) foram mantidas no novo decreto estabelecido até o dia 22 de março, tendo como principal medida o “Toque Consciência” para diminuir o fluxo de pessoas em vias públicas e aglomerações. A medida tem sido eficaz para frear o contágio exponencial que a cidade havia acumulando, mas ainda com tais medidas, a lotação do sistema de saúde ocorre.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta: Procurem a Unidade Primária Respiratória (UPR) em caso de qualquer alteração no seu estado de saúde, ela funciona de segunda-feira a sexta-feira das 07h às 19h. Mais informações e denúncias através do número 3371-7750 todos os dias das 07h às 19h ou ligue 190.


João Pedro Felix
ASCOM - CNN
Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.