Com lockdown efetivado em outros municípios, Cidade de Goiás aguarda publicação de decreto


Medida já foi decretada em Goiânia, Aparecida de Goiânia e grande região metropolitana

Em reunião com o prefeito de Goiânia e Aparecida de Goiânia, respectivamente Rogério Cruz (Republicanos) e Gustavo Mendanha (MDB), o governador do estado Ronaldo Caiado (DEM) comunicou nesta sexta-feira (26) o lockdown em toda a região metropolitana com início na próxima segunda-feira, 1 de março, com duração prevista de 7 dias.

Dessa forma, o prefeito da Cidade de Goiás, Aderson Gouvea (PT), se reuniu na sexta-feira em uma reunião virtual com o Comitê de Enfrentamento à COVID-19. Rumores apontavam a publicação ainda na sexta (26) ou neste sábado (27), porém nenhuma fonte oficial prestou esclarecimentos ou publicou alguma medida oficial.

A cidade inteira aguarda apreenciva pela publicação deste decreto que deverá ser publicado ao final deste domingo ou na segunda-feira, fechando ou não o comércio da cidade. Vale ressaltar que atualmente todos os leitos de UTI para pacientes de covid estão ocupados, gerando uma superlotação no sistema de saúde, que também presta socorro a municípios vizinhos. Goiás alcançou até a data de hoje, 27 de fevereiro, 648 casos e 22 óbitos por Covid-19.

Motivação
O retorno do lockdown no estado se dá pela lotação de 80% dos leitos totais de UTI (Unidade de tratamento intensivo) e enfermarias por toda a extensão goiana. Tal medida, prevê o controle de casos e busca evitar um colapso no sistema de saúde, tal qual o ocorrido em Manaus.

Em estado de lockdown, apenas serviços essenciais relativos à alimentação e saúde são permitidas, como hospitais, farmácias, supermercados, mercearias e serviços de delivery. Após os 7 dias estabelecidos, os resultados serão analisados para a decisão de manter ou não o lockdown.

Por João Pedro Felix
ASCON CNN


Share on Google Plus

About Grupo GBC

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.