Mesmo com a chuva, Cidade de Goiás tem nesta terça feira qualidade do ar pior que o da capital paulista


A chuva chegou na antiga capital do estado. Com um chuvisqueiro na tarde de ontem na Cidade de Goiás os moradores sentiram-se animados, e à noite ela caiu com um volume maior, mas foi na madrugada que ela veio com mais intensidade. Durante a manha de hoje ela prosseguiu em cair, mas em estudos feitos pela UEG, mostrou algo que precisa ser levado em consideração.

O Grupo de Estudos e Pesquisa Águas do Cerrado/GWATÁ - UEG, utilizando o IQA (índice de Qualidade do Ar), usado internacionalmente para medir a quantidade de material particulado na atmosfera, Ozônio e Dióxido de Carbono, identificou que quantidade de poluentes na atmosfera vilaboense nesta manhã de terça feira (dia 21/09/2020), está 500% acima do encontrado (mesma data e horário) na capital paulista.

A causa deste fenômeno é a fumaça derivada dos incêndios florestais que devastam os ecossistemas em todo o Brasil . COmo já publicado em materia anteriormente, o mês de setembro foram registrados 293 focos de incêndio só no município de Goiás . A péssima qualidade do ar agrava as crises respiratórias, sendo causadora de inúmeros problemas de saúde.

Ao ser indagado sobre o por que, mesmo com a chuva se encontrou esses índices, o Professor Robson da UEG-Goiás disse que ''esses números foram medidos na madrugada e às 10:00hs da manha, e que as primeiras chuvas fazem o rescaldo do incêndio o que pode possibilitar o aumento da fumaça. O que traz esses números,'' explicou

Com foto de Alexandre Badim
Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.