Polícia Civil cumpre 24 mandados de prisão em Goiás e Minas por roubo de cargas de grãos no país



A Polícia Civil de Goiás deflagrou nos dias 16 e 17 de Junho, através da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) e sob o comando do Del. Alexandre Bruno de Barros, a operação De Grão em Grão fase II e Passolongo com o objeto de combater o desvio de cargas pelo país, na modalidade criminosa conhecida como “chave na mão ou chaveirinho”, que trata-se do furto qualificado mediante fraude e concurso de pessoas.

Estima-se que, apenas nos últimos dez meses, uma organização criminosa investigada pela polícia tenha sido responsável por mais de 100 desvios de cargas pelo país, principalmente na região do triângulo mineiro e adjacências dos Estados de São Paulo e Goiás.

A investigação apontou que foram identificados 66 desvios de cargas de soja, feijão, café e milho,isso apenas na área de grãos. A subtração das cargas impactou de forma considerável o agronegócio mineiro e goiano, gerando um prejuízo financeiro às empresas de mais ou menos R$ 15 milhões.

Nestas operações, o Poder Judiciário expediu 24 mandados de prisão e mais de 20 mandados de buscas e apreensões, que foram cumpridos em Goiás e Minas Gerais.

A DECAR trabalhou em conjunto com a Polícia Civil de Minas Gerais (Delegacia Especializada em Investigação de Furto, Roubo e Desvio de Cargas da PCMG; Delegacia Regional de Passos; Delegacia de Furtos e Roubos de Uberaba) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Por Isadora Chaves
ASCOM - CNN
Info. PC. GO
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.