Prefeito instala barreiras sanitárias em Britânia, entrar só com procedência, destino e aferição de temperatura


Os acessos à cidade de Britânia, a 325 quilômetros de Goiânia, contam, a partir desta terça-feira (12), com barreiras sanitárias para verificação de temperatura corporal das pessoas que queiram entrar no município. De acordo com o prefeito Marconni Pimenta (DEM), o objetivo é ter o controle e evitar a disseminação do novo coronavírus na cidade de pouco mais de 6 mil habitantes.

O chefe do Executivo destaca que as barreiras são formadas por agentes da segurança e a Vigilância Sanitária da cidade. Segundo ele, não está sendo proibida a entrada de pessoas vindo de outros lugares ao município. “Faremos uma breve entrevista com a pessoa, de onde ela vem, se ela tem parente na cidade… Logo depois, aferiremos a temperatura corporal e, se der acima de 38ºC, ela será encaminhada ao hospital da cidade”, pontua.


Marconni destaca que a atitude foi tomada, pois a cidade é um ponto turístico, principalmente nessa época. Segundo ele, inclusive, muitas pessoas vão pescar na região por causa dos cardumes no Rio Araguaia. Por isso, a previsão é que as barreiras, inicialmente, fiquem 30 dias no local. Além disso, vale ressaltar que os portos do município estão todos fechado.

O prefeito ressalta que vem aderindo o decreto do governador Ronaldo Caiado (DEM). Além disso, após a reunião que teve com chefe do Executivo Estadual, na última segunda-feira (11), ele informa que aguarda a nova decisão de Caiado sobre a flexibilização dos comércios.

A cidade tem dois casos confirmados e três suspeitos. O prefeito informa que fez a distribuição de 10,2 mil máscaras e 4 mil frascos de álcool em gel aos moradores da cidade. “Nossos comércios estão atendendo somente com três pessoas dentro e pedimos para as pessoas usarem a máscara, o álcool em gel e manter o distanciamento”, ressalta.

Por Gessy Chaves
Jornalista
Fonte:emaisgoias
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.