Pré-candidato a prefeito da Cidade de Goiás, Cezinha do PSC, denuncia sua filiação indevida pelo Solidariedade


Uma denúncia chega à nossa redação neste domingo 04 de abril de 2020, falando da filiação de um pré-candidato a prefeito em 2 partidos, fato que proíbe o cidadão de se candidatar nas próximas eleições.

Acontece que a janela partidária fechou-se no dia de ontem sábado - 04 de abril e apenas quem filiou-se a algum partido político terá o direito de candidatar-se nas próximas eleições, e quem não se filiou por mais que queira se candidatar futuramente infelizmente não poderá fazê-lo. E também proíbe de se candidatar sendo filiado a dois partidos.

A denúncia nara o a fato de que o Pré-Candidato a Prefeito Cezinha estaria filiado no PSC que tem como presidente Lílian Matos, e que ele aparece também listado como filiado ao partido Solidariedade de Lélis Costa, conforme listagem abaixo.


No dia 03 de abril, um dia antes do fechamento da janela partidária, uma ficha de filiados pelo Solidariedade foi puxada do TSE e nela consta o nome de Cezinha (Cosmo César dos Santos), filiado exatamente no dia 03 de abril. Cezinha diz que não tem conhecimento dessa filiação, que acionou seus advogados e já protocolou uma ação criminal contra o Solidariedade bem como contra a comissão de responsabilidade do partido.


Cezinha afirmou que essa atitude partiu do Solidariedade filiando-o indevidamente ao partido com a finalidade de incriminá-lo eleitoralmente, por dupla filiação, e assim deixá-lo inelegível.

Por sua vez sendo consultado pela nossa redação, o Solidariedade que tem como presidente o Secretário de Transporte da Cidade de Goiás, Lélis Costa, falando a nossa reportagem disse que ''não tinha conhecimento da filiação de Cezinha, e que a filiação de qualquer pessoa pode ser feita em qualquer partido diretamente no site do TSE; que para fazer a filiação de qualquer pessoa, é preciso ter em mãos os dados da pessoa, e que esta pessoa assine a ficha de filiação posteriormente enviada ao TRE''. Ele disse ainda ''tomou conhecimento da situação ao ser inquirido por Cezinha, e que no dia de ontem ao fechar a sua listagem de nomes que irão compor a sua chapa de pré-candidatos para as eleições de 2020, excluiu da listagem de filiados o nome de Cosmo César (Cezinha), até porque não gosto do Cezinha e não quero ele em nosso partido'' Acrescentou Lélis. 

Lélis disse ainda que judicialmente será apurado de qual computador partiu a filiação de Cezinha e que depois de apurado, irá tomar medidas cabíveis contra esta pessoa.

Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.