Polícia Militar apreende 3 toneladas de maconha em menos de 24 horas, 2 toneladas só em Goiânia


Ao todo, foram três toneladas em três dias, duas em Goiânia e uma na região sudoeste de Goiás, e mais de 13 desde o início do ano

Em duas ações diferenciadas nas últimas 24 horas, a Polícia Militar de Goiás (PMGO), por meio do Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAER), apreendeu mais duas toneladas de maconha, somando três toneladas apreendidas em três dias. Uma das ações, foi realizada nesta terça-feira (28/04) na região Sudoeste de Goiás, onde foram apreendidas uma tonelada da droga e uma balança industrial. A outra ocorrência foi realizada no Setor Moinho dos Ventos, em Goiânia, nesta quarta-feira (29), que resultou a apreensão de mais uma tonelada e de um veículo usado para transportar o entorpecente.

Na segunda-feira (27), a PM havia apreendido a primeira da três toneladas no Parque Santa Rita, região oeste da capital. Na ação, além dos entorpecentes, também foram presas duas pessoas e apreendidos uma balança industrial e um veículo roubado que estava sendo usado para o transporte da droga. Os envolvidos presos, um deles já com passagem pela polícia, foram levados à Central de Flagrantes da capital e autuados por tráfico de drogas e receptação. Em todas as ações, ao menos quatro pessoas foram presas.

Primeiro trimestre

No início deste mês de abril, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSPGO), mostrou no balanço de resultados e dados estatísticos do primeiro trimestre que as forças policiais já haviam apreendido 10 toneladas de entorpecentes entre janeiro e março de 2020. Agora, com as apreensões dos últimos dias, são mais de 13 toneladas em quatro meses.

A tendência, como mostram os dados, é que o número de apreensão de drogas cresça cada vez mais e que, consequentemente, o tráfico diminua no Estado. De acordo com o governador Ronaldo Caiado, essa realidade tem mudado porque a independência das forças de segurança é prioridade em sua gestão. "Temos garantido total liberdade para que as forças policiais continuem o combate efetivo à criminalidade. O único limite é a lei”, destacou o chefe do Executivo.

Por Gessy Chaves
Jornalista MT/GO 3243
Secretaria de Segurança Pública (SSP) - Governo de Goiás
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.