Enfermeiro de Cidade Ocidental e outro paciente de Valparaíso elevam para 63 casos de covid-19 em Goiás


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Cidade Ocidental, localizada na região do Entorno, confirmou o primeiro caso de coronavírus na cidade. Se trata de um enfermeiro de 33 anos, que teria contraído a covid-19 no local de trabalho, no Distrito Federal. A confirmação foi divulgada nesta segunda-feira (30/3).

De acordo com a secretária de Saúde, Luciane Bernardes, as providências quanto ao paciente, morador da Cidade Ocidental, já foram tomadas e o homem já está em isolamento domiciliar. O texto esclarece também que os familiares do paciente estão na casa de parentes para evitar o contágio.

Conforme a nota, a SMS informou ainda que “as medicações estão sendo fornecidas ao paciente e um acompanhamento exclusivo está sendo feito a ele e sua família que está em outra cidade para aumentar o isolamento. Ainda não há casos de contágio comunitário no município.”


Também nesta segunda-feira (30/3), a prefeitura de Valparaíso de Goiás, por meio de sua Secretaria Municipal de Saúde, confirmou o terceiro caso da covid-19. Agora o município, que também fica na região do Entorno do DF, tem 3 confirmações; 5 casos suspeitos em investigação; e 14 descartados.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) fez um alerta aos moradores das cidades goianas no Entorno do DF, três dias antes dos primeiros casos serem confirmados. Na ocasião, Caiado pediu para eles não se dirijam a Brasília a não ser em caso de necessidade, como servidores que trabalham em atividades essenciais, como nas áreas da saúde, alimentação, limpeza hospitalar e segurança. O DF tem 312 casos de coronavírus.


“Faço um apelo à população que vive nessas cidades do Entorno: respeitem a quarentena. Ela é a única forma de se combater esse inimigo invisível que estamos enfrentando. Não há outra medicação, outro remédio para combater esse novo coronavírus. Se você não exerce função específica na área de segurança, saúde ou limpeza hospitalar, não vá a Brasília”, reforçou.

O gestor estadual lembrou que a capital federal, por sua localização geográfica e importância política, recebe visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo e, neste sentido, vem sendo penalizada. E a região do Entorno, por ser a mais populosa do Estado de Goiás depois da Região Metropolitana de Goiânia, preocupa muito com relação à disseminação do vírus.

Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243
Fonte: DiaOnline
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.