Defasagem salarial dos Professores de Jussara pode resultar em greve marcada para segunda-feira.


No começo de março, servidores da rede municipal de ensino de Jussara (cidade localizada a 193km de Goiânia), se reuniram e decidiram realizar uma paralisação de suas atividades em prol do reajuste salarial. A greve terá início na próxima segunda-feira (16/02) e continuará até que a prefeitura atenda as solicitações dos trabalhadores, visto que o piso nacional de 2019 e de 2020 ainda não foram pagos. A intenção dos professores é solicitar audiência com o prefeito Wilson da Silva (PSDB), bem como informar toda a população sobre as condições salariais da categoria.

Os manifestantes afirmam que essa situação vem desde 2016, por sua vez, a prefeitura afirma que não há recursos para pagar os servidores.

Otília Mourão, presidente-tesoureira do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás, da região de Jussara, afirmou que os manifestantes tem se mantido firmes em sua luta, pois desde a semana passada estão constantemente em frente ao prédio da prefeitura acompanhados de carro de som e faixas para auxiliar no protesto. Otília apontou ainda que o grupo tem tentando arduamente um contato ou reunião com o prefeito, mas ele se recusa e quando se posiciona, afirma que não possui verba para pagar os servidores.

Dessa forma, se os professores não forem atendidos, pretendem permanecer em greve geral a partir da próxima segunda, com tempo indeterminado.

Um dos professores que está participando da manifestação, Lúcio Flávio Spagnol, afirmou que estão lutando para que as desigualdades sejam corrigidas e pretende permanecer na porta da prefeitura diariamente, das 7h às 11h, até ser atendido.

Não houve pronunciamento por parte da secretária de Educação, Maria Silvana, nem do prefeito de Jussara. Entretanto, um servidor da pasta disse que a secretaria vê como legítimo o direito de manifestação, mas que a prefeitura não possui recursos para atender as demandas.

Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243
Isadora Chaves
Assessoria de Imprensa
Foto: Lúcio Flávio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf