UEG - Reforma administrativa mantem 8 Câmpus, entre eles o Cora Coralina - Cidade de Goiás

O governador Ronaldo Caiado juntamente com o reitor da (UEG) Universidade Estadual de Goiás, Rafael Santana, anunciaram nesta sexta-feira (17) a reforma administrativa na instituição. A principal mudança é a redução do número de câmpus, que passa de 41 para 8. As demais serão transformadas em unidades universitárias que passarão a ser subordinadas a um dos oito câmpus.
Dos 41 ficaram apenas 8, e estes serão regionais, e seus diretores coordenarão as unidades da UEG da sua região, que serão transformados em Institutos Acadêmicos. Estes institutos reportaram aos diretores regionais, e os diretores reportarão ao reitor.

Um dos Câmpus mantidos pelo Governador Ronaldo Caiado é o Câmpus Cora Coralina da Cidade de Goiás. Esta unidade segundo o site coracoralina.com.br oferece os cursos:

• BACHARELADO
Turismo e Patrimônio

• LICENCIATURA
Geografia
História
Letras Português/Inglês
Matemática

• MESTRADOS:
Estudos Culturais, Memórias e Patrimônios
Geografia
Língua, Literatura e Interculturalidade
Confira os oito câmpus bem como suas jurisdições devidas.

-Câmpus Metropolitano - Aparecida de Goiânia
Goiânia, Inhumas, Senador Canedo, Trindade

- Câmpus Central - Anápolis
Ceres - Jaraguá, Goianésia, Pirenópolis, Silvânia, Luziânia

- Câmpus Norte - Uruaçu
Crixás, São Miguel, Minaçu, Niquelândia, Porangatu

- Câmpus Nordeste - Formosa

Posse, Campos Belos

- Câmpus Cora Coralina - Cidade de Goiás
Itaberaí, Itapuranga, Jussara

- Câmpus Leste - Morrinhos
Caldas Novas, Ipameri, Itumbiara, Pires do Rio

- Câmpus Sudoeste - Quirinópolis
Edéia, Santa Helena de Goiás, Jataí, Mineiros

- Câmpus Sudeste - São Luiz de Montes Belos
Iporá, Sanclerlândia, Palmeiras de Goiás

Os próximos passos seráo processo de Reforma Acadêmica e Pedagógica da Universidade, que ocorrerá durante os próximos 10 meses; Neste momento, após a Reforma Administrativa, a Universidade tem meios institucionais de discutir a unificação e simplificação curricular. Os Coordenadores Centrais e Diretores de Institutos, escolhidos interinamente entre os docentes da Universidade, disporão de meios institucionais para promover a Reforma Acadêmica e Pedagógica nos próximos meses.

As Eleições Gerais da UEG - agora com transparência e voto direto do docente, discente e servidor - para Reitor, Diretores de Institutos e Coordenadores Centrais ocorrerão em Nov/2020, com posse em Jan/2021, após conclusão da Reforma Acadêmica e Pedagógica.

Fonte: Sagresonline
Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO 3243
Compartilhe no Google Plus

Publicidades

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.