Mulher e dois primos são presos suspeitos da morte de marido dela


Uma mulher de 36 anos foi presa suspeita de planejar a morte do marido, e pedir para que os primos dela o executassem, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. O crime aconteceu em 2010, quando a vítima tinha 27 anos. A Polícia Civil apurou que ele foi morto a tiros e ainda teve a genitália e parte das pernas carbonizadas.

Dois primos da presa, um de 30 e outro de 31 anos, são suspeitos de terem cometido o homicídio e foram presos junto com ela, todos na sexta-feira (2). Segundo a Polícia Civil, a mulher ficou em silêncio quando foi interrogada, e os dois homens negaram ter participado do homicídio.

O delegado que apura o caso, Wlisses Valentim, disse que a presa e o marido brigavam muito, e acredita que isso teria motivado o crime.

“Eles tinham uma relação conturbada. Ele fazia uso de bebida alcoólica, talvez até de drogas, cometia agressões. Chegou a ser preso por agredi-la uma vez, meses antes de ela ter aprontado essa para ele. Então a gente não tem dúvidas de que ela orquestrou essa morte”, explicou.

Ainda conforme Valentim, há depoimentos de pessoas próximas da presa para quem ela teria confessado a emboscada, com detalhes. Segundo esses relatos, ela marcou de se encontrar com o então marido perto de uma pedreira para conversarem sobre a relação.

No entanto, também de acordo com os registros, o homem teria encontrado, na verdade, os dois primos dela, que o mataram a tiros e atearam fogo à genitália e pernas dele.

Os três devem responder pelo crime de homicídio qualificado e estão presos preventivamente na Unidade Prisional de Anápolis.

Com Informações G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf