Justiça afasta secretário de Saúde e bloqueia bens de prefeito de Crixás


O promotor ressaltou também que, em vários casos, a administração municipal espera um ofício do Ministério Público para fornecer os medicamentos necessários aos paciente.

A Justiça determinou o afastamento do secretário de Saúde do município de Crixás, Flávio Dietz Ferreira, durante 180 dias. Ele é investigado por atos de improbidade administrativa pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO). A decisão tem caráter liminar e determinou ainda o bloqueio dos bens dele no valor de R$ 275 mil. Também foram bloqueados bens do prefeito Plínio Luís Nunes de Paiva (PR) no valor de R$ 452 mil.

A investigação do MP-GO foi motivada por uma série de reclamações relacionadas à saúde pública municipal recebidas pela promotoria. De acordo com a ação, existem problemas com: falta de medicamentos, suspensões de cirurgias, atrasos de pagamentos a trabalhadores da saúde, descontrole dos procedimentos de regulação para consultas, exames. Além de outros tipos de procedimentos de saúde a serem realizados em outras cidades.

De acordo com o promotor responsável pelo caso, Caio Affonso Bizon, a precariedade do atendimento à saúde extrapolou o razoável. Na ação, ele afirma que o secretário e o prefeito já foram alvos de decisões judiciais, mas que elas foram “deliberadamente descumpridas”.

O promotor ressaltou também que, em vários casos, a administração municipal espera um ofício do Ministério Público para fornecer os medicamentos necessários aos pacientes. Na visão de Caio, a pasta tem atrasado a entrega de medicamentos para a população de forma proposital.

O Mais Goiás tentou contato com a prefeitura de Crixás, mas até o fechamento da matérias as ligações não foram atendidas.

Com informações de MP-GO e emaisgoias
Por Gessy Batista Chaves
Jornalista - 3243

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf