Pai ''escuta vozes'' atira e mata filha depois de brigar coma esposa

Um crime bárbaro aconteceu neste fim de semana na cidade de Goianésia a 156 km de Goiânia, segundo a polícia o pai atirou  na própria filha dentro de um canavial nas proximidades da cidade. O pai teria discutido com a mãe na sexta-feira 07, e descontrolado decidiu tirar a vida da própria filha. O bebê foi encontrado pela polícia no sábado dentro do canavial no Resid. Ipê de Jesus, levado imediatamente para Goiânia, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A Polícia Civil afirma que ele teria confessado o crime durante depoimento no sábado, na presença de um psiquiatra. Marcelo confessou que depois do desentendimento com a esposa, ele saiu com a criança no braço, e estava decidido a matá-la, e que depois tiraria a sua própria vida, o que não ocorreu porque não teve coragem de atirar em si mesmo, quando se deu conta do que fez saiu então correndo. Marcelo disse a polícia que escutava ''vozes'', o que teria levado-o a cometer o crime.

Inicialmente, a informação apurada pela polícia dava conta de que Marcelo e Emilly teriam sido sequestrados. Conforme Marcelo, ocupantes de um gol preto teriam abordado pai e filha. No meio de um canavial, um dos sequestradores supostamente atirou na cabeça de Emilly.

Após a investigação, a Polícia Civil desconstruiu a versão do pai: sistemas de segurança próximos não flagraram nenhum carro semelhante ao informado por Marcelo e as únicas pegadas encontradas no local eram do homem.

A Polícia ainda não encontrou a arma do crime e Marcelo será novamente interrogado para informar onde está o revólver.

Fonte DM
Por Gessy Chaves
Jornalista
MT/GO-3243

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf