Coluna Vivendo Saúde - Dra. Daíne Vargas Couto


Diarréia

             Diarréia é três ou mais evacuações amolecidas ou líquidas por dia e sua principal complicação é a desidratação, que diminuem a quantidade de água e sais minerais no corpo. Adultos são mais resistentes, mas em bebês, crianças e idosos pode ser grave. É a segunda causa mais comum de morte de bebês no mundo.
              A diarréia pode ser aguda e crônica, sendo a crônica aquela que dura mais de 4 semanas. A aguda geralmente é causada por infecção bacteriana, viral ou parasitária. A crônica pode estar relacionada à inflamação e até mesmo câncer de intestino. Há outras causas mais raras como intolerância ao leite, uso de antibióticos por tempo prolongado, intolerância a certos tipos de adoçantes, uso de medicamentos, abuso de laxantes, dentre outros.
               Quando for de origem infecciosa a diarréia pode ser contagiosa e em 70% dos casos são virais e 30% bacterianos.
             Além da diarréia pode ocorrer febre, náuseas, vômitos, dor abdominal, perda apetite Se não for convenientemente tratada, pode demorar até uma semana para os sintomas desaparecerem. 
            É importante consultar o médico quando diarréia ocorrer em bebês, crianças pequenas e idosos. Além disso, se os sintomas persistirem por mais de 7 dias, se sangue, muco ou coloração preta nas fezes, febre alta, dor severa ou se os episódios de diarréia forem intercalados com prisão de ventre.
              O tratamento da diarréia aguda baseia-se em evitar a desidratação com a ingestão de bastante líquidos. Alguns medicamentos podem ser usados, mas somente com orientação médica, uma vez que algumas medicações não devem ser usadas em diarréias infecciosas. 
            Para evitar a desidratação é importante ingerir muito líquido para compensar a perda de água e sais minerais. A água não repõe a perda de eletrólitos, por isso, é importante o uso de soro, disponíveis em farmácias e postos de saúde. Não deixe de se alimentar, mas prefira alimentos mais leves. Evite alimentos industrializados e que formem muito resíduo como folhas e bagaço de frutas.
         Para prevenir a diarréia é importante lavar as mãos várias vezes por dia e, especialmente, antes das refeições. Ferver a água de rios, lagos, riachos ou mesmo a de torneiras nos locais em que não seja tratada, se tiver necessidade de bebê-la. Faça gelo somente com água fervida ou tratada e não beba refrigerantes ou outras bebidas no próprio vasilhame. Use copo limpo.

Dra. Daíne Vargas Couto
Médica Dermatologista
CRM 15012 RQE 9198

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf