CECONJ - Pode fechar as portas, e quem perde é a população vilaboense



Desde o dia 06/05  as oficinas oferecidas estão sendo reorganizadas pela direção do CECONJ (Centro de Educação e Convivência Juvenil - Oficina de Cidadania da Cidade de Goiás - Antiga OEC), devido as mudanças realizadas pelo governo do Estado, através da Secretaria de Educação, remanejando os professores para as escolas da rede regular de ensino, realinhando as ações dessa secretaria.
Com o risco de fechar suas portas a direção está pedindo apoio para não deixar que um trabalho de tanta relevância à população acabe. A cidade como sempre carente de tudo e um pouco mais vem mantendo conjuntamente com a população um grande esforço para que os alunos da instituição não fiquem sem as oficinas de aprendizagem.
A diretora da unidade Professora Naildes Ribeiro e a Professora Jacqueline Jesus Silva estão apelando para o bom senso de todos a fim de promoverem juntos manifestações em prol da permanência do órgão.
Segundo o que Naildes Ribeiro publicou em redes sociais, ‘‘Teremos a CONTINUIDADE de algumas oficinas em horários alternativos em que os professores em trabalho VOLUNTÁRIO, continuarão desenvolvendo com a mesma qualidade e empenho demonstrada ao longo dos 5 anos em que estivemos à frente desse trabalho. SOLICITAMOS que nossos alunos procurem o CECONJ-Goiás, para qualquer esclarecimento.
Essas adequações serão temporárias, e esperamos que em breve tudo seja solucionado e possamos retornar com o nosso quadro de pessoal normalmente.
ESTAMOS NOS MOVIMENTANDO PARA NÃO PERMITIR QUE ENCERREM UM TRABALHO RELEVANTE A POPULAÇÃO VILABOENSE’’. Afirma.

Por Hygor Antônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf