15º Fica deve atrair a Goiás 100 mil pessoas a partir desta terça



Goiânia - A Cidade de Goiás está pronta para receber os turistas que participam, entre os dias 2 e 7 de julho, do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). Cerca de 100 mil pessoas são esperadas nos seis dias de festival que reúnem, além de atrações musicais, várias produções cinematográficas. A abertura oficial do festival será realizada pelo governador Marconi Perillo nesta terça-feira (2), às 20h30, no Palácio Conde dos Arcos (foto).


Em entrevista ao jornal A Redação, o secretário de Cultura Gilvane Felipe explica que o Fica é um evento tradicional, e por isso uma das maiores preocupações é elaborar uma grade de atrações que garanta continuidade que já é uma marca conhecida no calendário mundial de festivais de cinema ambiental.

"Nosso foco não é o crescimento quantitativo do público, e sim o qualitativo. Ao escolher as atrações, por exemplo, a gente sempre pensa em termos de público a ser atingido, e com isso buscamos alcançar pessoas de todas as idades", disse o secretário.

Atrações e programação

Este ano, segundo a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), foram inscritos 448 filmes, sendo 250 internacionais, divididos em documentários, animações, ficção e séries televisivas. Ao todo, 25 estão selecionados para concorrerem ao Fica; entre elas há três produções goianas.

Por se tratar de um evento cultural, é de praxe que todo ano um artista seja homenageado. Em 2013, a poetisa Cora Coralina marca a 15ª edição do Fica, que conta com extensa programação.


Comemorando os 25 anos de existência, o grupo de dança Quasar se apresenta na sexta-feira (5), com o espetáculo "No Singular". No sábado (6) é a vez do ex-Titã Arnaldo Antunes subir aos palcos. Para encerrar a 15ª edição do Fica, Paulinho da Viola fará um show no domingo (7). Outros 20 artistas goianos ocuparão os palcos durante os dias de festival.

Clique aqui e confira programação completa do Fica 2013.

Participação da comunidade
Mais que receber o Fica, a Cidade de Goiás participa ativamente da produção do evento. "Durante muito tempo se achou que o envolvimento da cidade era feito com carro de som, e essa é uma ideia equivocada. Então fomos para as ruas ouvir os moradores e descobrir como melhorar esse elo entre eles e o evento", explicou Gilvane Felipe.


Em 2011, foi criado o projeto Fica na Comunidade. "Enquanto o evento está acontecendo, as pessoas estão trabalhando, então não tem condições de assistir aos filmes. Através desse projeto, os filmes são exibidos ao longo do ano para os moradores da Cidade de Goiás", disse.

Além de participarem das atrações culturais, os moradores também colaboram na manutenção da limpeza do local, por meio do Fica Limpo. Mais que manter a cidade ordem, o projeto gera empregos temporários.

"Não faz sentido nós termos um evento cuja temática principal é ambiental se ele for produtor de poluição em alta escala. Então, desde 2011 intensificamos questões de como reduzir o lixo", pontuou o secretário.

Por Gessy Chaves
Report. Mônica Parreira
Fonte: A Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf