Estudantes e professores da UEG de Itaberaí paralisam GO-070

Estudantes e professores da Universidade Estadual de Goiás (UEG) de Itaberaí, realizaram no último dia 24, de manhã, um protesto que paralisou a GO-070.
Em vez da meia hora prevista inicialmente, o protesto durou aproximadamente uma hora. O motivo, de acordo com a professora de História da UEG da cidade de Goiás Josilene Silva Campos, foi a adesão da população. “A mobilização foi extremamente positiva. Conseguimos chamar a atenção das pessoas para a situação de penúria da instituição e para o fato de que a universidade é de todos os goianos e quem estuda lá pode ser o filho do motorista e do trabalhador que passaram pelo local onde nos mobilizamos”, afirmou Josilene. Ela diz que outras manifestações similares devem ser organizadas.

Docentes e alunos denunciam a situação caótica das 42 unidades da UEG, onde faltam desde papel higiênico a políticas voltadas para os alunos e valorização dos professores, como um plano de cargos e salários.

Josilene explica que a pauta de reivindicações é longa e passa por destinação de mais recursos para a instituição, contratação de professores e política de carreira para a categoria, mas revela que a suspensão da paralisação está condicionada ao atendimento das reivindicações dos estudantes. “Sem isso, não voltaremos”, assegura. Entre elas, estão a construção de casas para os estudantes universitários, a exemplo das que são oferecidas por outras instituições públicas, e a ampliação do número e dos valores das bolsas de incentivo à pesquisa.


Por Jonathan Chaves
portalitaberai.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf