Cidade de Goiás receberá Ambulatório Médico de Especialidades e Consórcio Intermunicipal de Saúde


A cidade de Goiás será a próxima a receber a implantação do Ambulatório Médico de Especialidades (AME). A definição da proposta foi consolidada na reunião de hoje, pela manhã, com 17 prefeitos que contemplam a regional de Saúde Rio Vermelho. O encontro para apresentar o AME aconteceu no Hotel Vila Boa e reuniu mais de 180 participantes entre secretários municipais de Saúde e técnicos.

“O projeto representará o primeiro passo para levar, com tecnologia, serviços de média complexidade para o interior do estado. O AME dará oportunidade para que médicos especialistas e outros profissionais se fixem nessas regiões”, explica o secretário de Estado da Saúde, Antonio Faleiros. Depois de Goiás, a cidade de Posse, localizada no Nordeste do Estado, foi a primeira que já assinou a proposta.

Os Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) são centros de diagnóstico e orientação terapêutica que reúnem em um só lugar várias especialidades médicas, para atendimento aos pacientes encaminhados pela rede básica de saúde. Serão 21 municípios goianos do interior que terão o AME ao custo médio de R$ 15 milhões por cada unidade.

Consultas nas áreas de urologia, cardiologia, oncologia, endocrinologia, dermatologia e outras especialidades serão oferecidas ao cidadão, com oferta, inclusive, de exames de média complexidade para diagnóstico desses atendimentos. O AME amplia a oferta de serviços ambulatoriais facilitando o atendimento à população na cidade e região onde for implantado.

Criados em 2007, em São Paulo, os AMEs têm como meta principal oferecer serviços profissionais especializados de forma humanizada. “A expectativa é de que até meados de 2014 o AME já esteja edificado na Cidade de Goiás”, afirma o superintendente executivo da Secretaria Estadual de Saúde, Halim Girade.

Isso porque o Estado financiará a construção e compra de equipamentos do AME com o custeio de 17 municípios que vão, juntos, trabalhar na empreitada.

Os prefeitos participantes estiveram, também, hoje, em visita à área de 25 mil metros quadrados que já foi doada pela prefeitura de Goiás para edificar o AME. “Vemos um governo republicano e municipalista que com mais essa oportunidade tem trazido o que a população precisa: políticas públicas eficientes para levar qualidade de vida para as pessoas”, disse a prefeita da Cidade de Goiás, Selma Bastos (PT).

Durante o encontro, gestores da cidade de Mozarlândia, distante 309 km de Goiânia fizeram, formalmente, a solicitação do projeto para aquela localidade. Também, pela manhã, Faleiros visitou a reforma da regional de Saúde Rio Vermelho, localizada no Centro Histórico da cidade, obra que esta em recuperação pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Prefeitos assinam Consórcio
Assinaram o Consórcio para gerir o AME os prefeitos de Britânia, Carlos Cunha (PP), Selma Bastos de Goiás (PT), Paulo Valério de Aruanã (PSDB) , Daniel Sousa (PPB) de Matrinchã e Zélia Oliveira (PP) de Itapirapuã.

Os prefeitos reunidos em consórcio vão elaborar programas, formas de rateio, definir responsabilidades econômicas e cronograma de execução dos serviços para oferecer os atendimentos e consultas à população. Cada consórcio para ser iniciado dependerá de aprovação das Câmaras Municipais de cada cidade que vai receber o projeto.

Por Jonathan Chaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf