Rapaz preso torturando mulher na Cidade de Goiás era Norueguês

O homem que foi preso pela Polícia Militar na Cidade de Goiás torturando uma mulher no último dia 28 de março, ao que tudo indica não era brasileiro, e foi pego em flagrante visto pelo telhado pelos PM's  por cima de uma mulher, desferindo socos contra a cabeça e mordendo a sua orelha. Após preso foi conduzido ao Hospital São Pedro pela CPT (foto), porque o rapaz estava totalmente fora de si, transtornado, disse o Sgto Valdisom da Polícia Militar.

De acordo com o depoimento de uma mulher que conversou com a nossa reportagem mas não quis gravar entrevista, ele é Norueguês, e a moça disse ser nora da mulher que foi torturada por ele na noite do dia 28.

Ela que também não quis se identificar disse que ''Ele é norueguês mas mora na Dinamarca, e veio pela primeira vez na Cidade de Goiás por causa de um intercâmbio de homens que eram casados com mulheres brasileiras que moravam lá, e numa vinda dessa, ele conheceu uma amiga sua e engravidou-a. Com isso, dai em diante ele sempre vem a Cidade de Goiás para ver a filha, e ele já está aqui a quase um mês, veio especialmente para o aniversário da filha, e que ia embora logo após a semana santa''. O rapaz que parece uma pessoa normal, ''traz presente para todo mundo'', disse ela.

G.R. de 48 anos mora com o filho, e segundo o Hospital de Urgência de Goiânia,  teve perfuração no órgão genital e também perfuração no olho, além de ter na perna esquerda  introduzido pelo rapaz, um objeto identificado pela polícia como um pedaço de antena de rádio. O rapaz ainda destruiu todo o quarto da vítima (foto).

Segundo a PM o rapaz seria entregue a Polícia Federal para que fosse tomada as atitudes de praxe por se tratar de um estrangeiro.

Segundo a PM todas a informações ainda não haviam sido confirmadas, sendo até então depoimentos de vizinhos e pessoas que o conheciam.

Por Jonhatam Batista

Um comentário:

Adison disse...

Cadê a população pra ter dado a taca merecida nesse bosta? :/

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf