29/09 - CDL responde acusações sobre solicitação de pesquisa na Cid. de Goiás

A CDL da Cidade de Goiás no fim do mês de setembro/12, buscou junto a empresa no ramo de pesquisa eleitoral  SERPES, solicitação para ser realizada neste município uma pesquisa eleitoral, a qual vem plenamente registrada no TRE, e é de extremo interesse dos comerciantes da cidade, já que a maioria deles são afiliados à CDL, e tem o interesse de que seja uma pesquisa sem vínculo a nenhum partido político, afinal são afetados diretamente, sendo estes, os que movem a Cidade de Goiás.
Com isso, foi veiculado nas redes sociais, e inclusive no site www.sitedegoias.com acusações quanto a atitude desta entidade.
Vimos-nos, no direto de responder à estas acusações, afinal vivemos numa democracia e temos o direito de manifestar e nos defender.

RESPOSTA 


A CDL vem, por meio deste, apresentar resposta ao texto elaborado pelo Sr. Vandré Borges Santana, respondendo cada ponto de seu artigo, como exposto a seguir: 

O referido cidadão diz que “buscou compreender os motivos do envolvimento do CDL com campanha política e não obteve êxito”

Esclareça-se que em momento algum a CDL declarou ou deu a entender que está envolvida em campanha política, mesmo porque a mencionada entidade é apartidária e não apoia quaisquer partidos ou candidatos. Vale ressaltar, ainda, que a solicitação da pesquisa eleitoral e a divulgação de seus resultados não constitui apoio a qualquer candidato ou partido, tendo isso caráter meramente informativo, para divulgação e conhecimento dos comerciantes e da população em geral.

“Posteriormente encontrei o Presidente da Instituição e fiz questão de inquiri-lo sobre tais motivos. Consegui apenas um silêncio doloso. Percebi que a falta de palavras poderia ser a própria resposta, bastou lembrar que o Presidente é participante ativo da campanha do PT...”

Se o presidente da instituição denominada CDL é simpatizante e/ou filiado a qualquer partido político, esta é uma questão pessoal, particular, e não diz respeito a terceiros; tal preferência pelo candidato A ou B, ou por qualquer partido político, diz respeito somente à pessoa física do mencionado dirigente, o que não implica dizer que a instituição CDL apoia determinado candidato e/ou partido.

“Como o sofrido comerciante local se beneficiaria em saber se este ou aquele candidato estaria na frente? Não vislumbro qualquer aumento das vendas baseado na intenção de voto dos vilaboeneses.”

A resposta a esse questionamento absurdo é tão óbvia que, pelo seu teor, sequer mereceria uma réplica. Entretanto, aproveitando a oportunidade, a CDL expõe que a boa atuação do futuro gestor municipal será determinante, por exemplo, na geração de novos empregos e no incentivo ao turismo, fatos estes que, por si só, têm o condão de influenciar diretamente no aquecimento do comércio local, tendo os comerciantes, portanto, interesse legítimo em saber quem está na frente, por meio de uma eventual pesquisa.

“Já uma pesquisa sócia econômica (sic), para conhecimento da realidade de nossos consumidores, poderia embasar decisões e estratégias administrativas das empresas filiadas à entidade. Mas essa o CDL não se interessou em fazer”.

A CDL é uma entidade que patrocina os mais variados eventos que acontecem em nossa cidade, sejam eles culturais, artísticos, agropecuários e/ou socioeconômicos. A instituição também promove cursos, oficinas e palestras. Quem faz uma afirmação como essa acima transcrita está totalmente alheio a todo o trabalho desenvolvido pela CDL.

“Pude me certificar que a decisão foi pessoal e que nem mesmo toda a diretoria tinha conhecimento”.

Em primeiro lugar, o redator do artigo que aqui se contesta sequer é associado da entidade CDL. Sendo assim, como o referido cidadão se certificou do que acaba de afirmar? Como ele tem conhecimento do que é deliberado nas reuniões da CDL? Agiu com total falta de prudência ao prestar essa declaração, uma vez que seu conteúdo não corresponde à verdade.
Por fim, vem a CDL fazer a sua indagação: por que o subscritor do artigo está tão preocupado com a pesquisa encomendada por essa instituição? Seria pelo fato de esta pesquisa poder contrariar substancialmente aquela outra pesquisa, veiculada pelo Diário da Manhã, da qual esse senhor esteve distribuindo cópias nesta cidade? Ou o mesmo possui interesse direto no resultado da pesquisa? Se não for, não há motivos para as críticas pela solicitação da pesquisa pela CDL, haja vista que o resultado da mesma é de interesse não só dos comerciantes da Cidade de Goiás, mas também de toda a sua população, pois O CIDADÃO VILABOENSE TEM TODO O DIREITO DE SABER QUE CANDIDATO ESTÁ EM VANTAGEM, por meio de uma pesquisa séria e competente, como essa a ser realizada pelo instituto SERPES, já consagrado pela lisura e imparcialidade com que conduz seus trabalhos.

Ronaldo Antônio de Oliveira
Presidente da CDL - Cidade de Goias

A matéria exposta acima é de inteira responsabilidade do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf