20/04 - 21:32h - BEBIDAS ALCOÓLICAS

O álcool é absorvido principalmente no intestino delgado, e em menores quantidades no estômago e no cólon. A concentração do álcool que chega no sangue depende de fatores como: quantidade de álcool consumida e em determinado tempo, massa corporal, e metabolismo de quem bebe, quantidade de comida no estômago. Quando o álcool já está no sangue, não há comida ou bebida que interfira em seus efeitos.
Os efeitos de uso prolongado do álcool são diversos. Dentre os problemas causados diretamente pelo álcool pode-se destacar doenças do fígado, coração e so sistema digestivo. Secundariamente ao uso crônico abusivo do álcool, observa-se: perda de apetite, deficiências vitamínicas , impotência sexual ou irregularidade do ciclo mestrual.
Os alcoólatras crônicos têm sobrevida bastante encurtada, relacionada principalmente com lesão do fígado, estômago, cérebro e coração. O álcool é a causa bastante conhecida de lesão hepática que termina em cirrose, sangramento maciço proveniente de gastrite ou de úlcera gástrica pode ser fatal. O álcool torna o indivíduo propício ás infecções, alterando o quadro de leucócitos e plaquetas, o que torna freqüente as hemorragias.

Filhos de pais alcoólatras são geneticamente diferentes, porém, só desenvolverão a doença se estiverem em meio propício e/ou características psicológicas favoráveis.

Por:JulianaChaves
Fonte: Projeto Viva Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf