28/01 - Coluna Pensando bem... A sabedoria é melhor que a força !

“Há mais uma coisa que eu vi e que é um bom exemplo de como neste mundo não se dá valor à sabedoria. Havia uma pequena cidade onde morava pouca gente. Com o seu exército, um rei poderoso atacou a cidade, construiu rampas de ataque em redor dela e se preparou para derrubar as suas muralhas. Morava ali um homem que era pobre, mas muito inteligente; era tão inteligente, que poderia ter salvado a cidade. Acontece que ninguém se lembrou dele.

Eu sempre achei que a sabedoria é melhor do que a força; mas ninguém acredita que uma pessoa pobre pode ser sábia e ninguém presta atenção no que ela diz.

É melhor ouvir as palavras calmas de uma pessoa sábia do que os gritos de um líder numa reunião de tolos.” ( Eclesiastes 9: 13-17)

Este trecho bíblico, escrito a milhares de anos pelo sábio Rei Salomão, é um ótimo exemplo de como o mundo não mudou tanto quando se trata de valorizar as pessoas e seu potencial. Afinal, nossa sociedade capitalista reconhece o indivíduo mais pelo que ele tem do que pelo que ele é.

Na Grécia Antiga o filósofo Aristóteles chegou a ser escravo de Alexandre, o Grande, e lhe ensinou muito do conhecimento daquela época. No final a riqueza conquistada por Alexandre fez mais sucesso que a inteligência de seu mestre.

Da mesma forma hoje em dia as escolas e universidades estão cheias de professores com um vasto currículo acadêmico que é desprezado pelos alunos desinteressados nas aulas. Mas, quando um empresário ou artista de renome, como o milionário Bill Gates, é convidado para falar a multidão de jovens interesseiros fica como que hipnotizada. Todos querem saber só de um segredo: como ganhar dinheiro.

E por causa de um comportamento coletivo como este é que a elite sempre dominou o povo com seus discursos. Acontecem então períodos de dominação onde os vários tipos de ricos se revezam no comando, como na História do Brasil:

1º-Os Latifundiários: senhores de terras, lavouras, gado e escravos;
2º-Os Bacharéis (juízes, promotores, advogados): senhores da justiça e da liberdade;
3º-Os Médicos: senhores da vida e da morte;
4º-Os Militares: senhores da força;
5º-Os Mega Empresários: senhores do emprego e da dignidade do trabalhador;
6º-Os Bancários: senhores da economia;
7º-Os Políticos: senhores dos interesses destes senhores anteriores.

Enfim, que o povo acorde e perceba que ele só tem Deus para lhe defender; e que às vezes o Senhor dos senhores (Jesus) costuma levantar pessoas de fé e caráter que tenham a boa vontade de fazer a diferença, independente de sua renda. Continuem a observar melhor as mensagens dos céus (da parte de Deus) e também dos seus (da parte de seu próximo).

José Maria dos Santos (Pezinho)
Professor e Sociólogo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf