07/12 - 18:00h - Jornal Classifique acompanha sessão na câmara marcada por troca de acusações entre vereadores.

O Jornal Classifique esteve presente a sessão da Câmara Municipal da Cidade de Goiás da última terça-feira 06/12. Representando a população da cidade que requer dos vereadores ações concretas sobre os problemas enfrentados pelos cidadãos Vilaboenses, a reportagem do jornal vem a público informar que estará, presente em algumas sessões, observando como tem sido os trabalhos nesta casa.
A Sessão começou as 20:10h, com transmissão ao vivo pela Rádio Vila Boa FM, e tudo que aconteceu nesta noite foi acompanhado por toda a população ouvintes da cidade. Mas a Reportagem do Jornal Classifique vem ressaltar alguns pontos de extrema importância, e que afeta diretamente a população da cidade.

Entre os projetos apresentados pelos vereadores, estao a solicitação feita pelo Vereador Natal Camargo “para que a prefeitura tome sérias providências para uma adequação nas instalações do SAMU da cidade". O Vereador Natal Camargo ainda apresentou o projeto que solicitou da Prefeitura municipal uma atenção especial ao Setor Dom Bosco. Ler mais

Outro projeto que esteve na pauta da noite, foi a solicitação feita pelo Vereador José Augusto (Zé Capilé), "para que fosse feita uma convocação imediata da Sr. Secretário de Saúde Dr. Thelmo Loyola, a fim de dar esclarecimentos sobre a campanha de combate a dengue no município". Ler mais

Falando sobre a questão da saúde no município, em meio a palavras ditas pelos vereadores travou-se uma queda de braço de acusações entre os Vereadores Reginaldo Adorno e Cosmo Cézar. O fato originou-se no momento em que Reginaldo Adorno passou a presidencia para o secretário Cezar Caiado, e falou como Vereador em publico que "um dos Vereadores desta casa tem sua esposa como funcionária fantasma da prefeitura, recebe um salário de R$ 3.400,00 sem trabalhar, e convoco toda a imprensa a comparecer qualquer hora na Câmara Municipal e me procurar, que lhe mostrarei o contra-cheque da esposa desse vereador, que recebe por mês R$ 3.400,00, mamando nas tetas da prefeitura sem fazer nada". Neste momento alguns vereadores se manifestou dizendo que nada tinha a ver com as acusações ditas pelo Vereador Reginaldo Adorno. Solicitando a oportunidade, O Vereador Cosmo Cézar (Cezinha) disse que, "essa acusação foi feita para a minha pessoa, na verdade eu tenho a minha esposa que trabalha na prefeitura, mas ela recebe seu salário que na verdade é de R$ 1.700,00, e não vê nem um centavo desse dinheiro já que o mesmo é investido no transporte de pessoas feito com uma veículo Kombi que comprei, para atender o povo desta cidade. E ainda mais eu tenho gastado todo o dinheiro que ganho transportando e ajudando o povo, mas não faço como o senhor que responde a vários processos de Peculato e Pedofilia." Afirmou Cezinha apontando para o vereador Reginaldo Adorno.

A sessão da noite foi acompanhada por vários cidadãos vilaboenses inclusive pelas presidentes dos sindicatos SINTEGO Luzia Valéria, e SINDIGOIÀS Luzia Pedroso, que se fizeram presente para acompanhar a votação de aprovação de um orçamento para os meses de novembro e dezembro de 2011. Na ordem de R$ 460.000,00. Segundo o relator do projeto César Caiado, disse em sessão que se não fosse votado, os professores nem receberiam seus salários nos respectivos meses, porque as verbas já foram estrapoladas em todos os meses, e um déficite já foi gerado na ordem de R$ 89.000,00.
De acordo com Luzia Pedroso (SINDIGOIAS), e Luíza Valério (SINTEGO), “foi feita uma solicitação a secretaria municipal de educação para que fosse explicado onde foi parar o dinheiro do FUNDEBE (fundo originário da verba), já que nem o piso salarial dos professores estão sendo pagos corretamente, e que não justifica um gasto a mais no orçamento sendo que, ninguém sabe onde foi gasto esses 460.000,00, que esta em pauta’’. Segundo o Vereador Cézar Caiado, fará pessoalmente esta solicitação à Prefeitura para que seja esclarecido pela sercetária de educação o destino desse montante.
Esse projeto foi votado e aprovado com a abstenção da vereadora Zilda Lôbo, Os Vereadores Iris, Zé Capilé, Natal Camargo e Tuca solicitaram ao presidente da mesa um parecer jurídico para uma segunda votação, já que houve discordância, por parte do presidente da casa e do secretário. Jacaré afirmopu ser inconstitucional o projeto, já Cézar Caiado disse ter visto e revisto todo ele e afirmou estar correto.

Por Gessy Chaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf