17/11 - 15:55h - Predios particulares em Itapirapuã são divulgados no Facebook como sendo obras da prefeitura.

Obras construídas em Itapirapuã pela iniciativa privada com recursos próprios da população são divulgadas em página da Prefeitura Municipal no Facebook com claro propósito de induzir os internautas a acharem que são públicas. Trata-se de uma estratégia enganadora e maldosa que tenta mostrar um suposto “canteiro de obras” em execução na cidade, mas que não passa de um engodo de marketing.
No álbum de fotos da prefeitura misturam-se fotografias de obras de quase 30 casas em construção numa parceria com os governos estadual e federal, ainda fotos das fundações de uma quadra polivalente e de uma creche com várias obras particulares de salas comerciais e até mesmo de uma igreja. As legendas das fotos são redigidas claramente a induzir a autoria das obras como sendo públicas realizadas pela prefeitura. A estratégia tem dado certo como se observa os comentários de alguns correligionários que exaltam a figura do prefeito como grande realizador de obras na cidade.


PARCERIA É COSTUME NA CIDADE
Claro que a prefeitura Às vezes colabora na execução de algumas dessas obras particulares com o recolhimento dos entulhos das construções, já que não existe serviço privado na cidade para isso. Outra forma de parceria algumas vezes é no transporte de materiais básicos, principalmente a areia, mas sempre o proprietário da obra é que fornece o combustível utilizado pelo caminhão e máquinas da prefeitura. Mas são raros os casos em que isso acontece, até porque a legislação proíbe tal prática.


OS TERRENOS DAS CASAS SÃO DE PROPRIEDADE PARTICULAR
As casas cujas obras são exibidas nas fotos tiveram as famílias beneficiadas cadastradas ainda no início do mandato e são esperadas ansiosamente há mais de dois anos. Neste período de espera, em todo evento realizado pela prefeitura a construção destas casas tem sido anunciadas numa forma cansativa e pesada de marketing. Mas poucas vezes são mencionadas as parcerias com as outras esferas governamentais e principalmente a propriedade do terreno que sempre é da família beneficiada.


CORTEZIA COM CHAPÉU ALHEIO
Não se tem notícias na cidade de obras realizadas com recursos próprios do município, exceto a construção de um banheiro público no cemitério local que deve ter cerca de 10 m² de obra construída. Fora isso, algumas reformas com pintura do prédio da prefeitura e de alguns órgãos da administração municipal.
A creche e quadra polivalente serão construídas com recursos federais e o asfalto construído de algumas ruas e avenidas com recursos do governo estadual. São parcerias rotineiras e que todas as administrações anteriores, nos últimos 40 anos realizaram, a exemplo de construções existentes como o ginásio de esportes, escolas, feira coberta, prédio do fórum, hospital municipal, casas, asfalto, etc.
Vale registrar que gestões anteriores executaram também obras com recursos próprios como o Paço Municipal, asfalto, creche, praças, casas, entre tantas outrras.
Em Itapirapuã hoje se verifica uma gestão que investe firme em eventos festivos como forma de macular uma administração como realizadora e também em forte estratégia de marketing como meio passar uma imagem favorável, mas enganadora à população.


O MARKETING É NECESSÁRIO, MAS COM ÉTICA!
O marketing é necessário em qualquer área de atuação profissional, seja pública ou privada, mas dentro de princípios éticos e morais, com honestidade suficiente para angariar a credibilidade pretendida. Marketeiros inescrupulosos e descomprometidos com a realidade dos fatos usam de todos os artifícios na intenção de manipular a opinião pública. São os grandes males da sociedade já que a enganam publicamente encobertos pelo suposto profissionalismo como repassadores de uma imagem positiva inexistente na ocasião.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão publicados.

 
© Copyright Jornal Classifique 2011 - Todos os Direitos Reservados | Powered by Grupo GBC.
Template Design iNOVA Criaçoes | Desenvolvido para Jornal Classifique e Novagraf